AVALIAÇÃO DOS FATORES DE RISCO E PREVALÊNCIA DE LITÍASE URINÁRIA EM TRABALHADORES DO TRANSPORTE PÚBLICO COMO ELEMENTO DE GESTÃO E DESENVOLVIMENTO DE POLÍTICAS PÚBLICAS EM SAÚDE

Edina dos Reis Silva, Renato Ribeiro Nogueira Ferraz, Márcia Cristina Zago Novaretti, Anderson Sena Barnabé, Francisco Sandro Menezes Rodrigues, Tatiana Ribeiro de Campos Mello

Resumo


Introdução: Funcionários de empresa de transporte público cumprem horários predeterminados para uso do banheiro, o que os faz evitar o consumo regular de água, aumentando o risco de desenvolver litíase renal. Objetivo: Quantificar a prevalência de litíase renal e identificar fatores de risco possivelmente envolvidos. Método: Aplicou-se um questionário buscando identificar fatores de risco para prevalência de litíase renal. Resultados: Dos 100 avaliados (78 homens, 22 mulheres, média de idade de 44+5 anos), 25 (25%) relataram história pregressa de ocorrência de pelo menos um episódio de cólica renal, bem acima da prevalência na população mundial. Conclusão: A prevalência de litíase renal nos trabalhadores de transporte público mostrou-se acima da prevalência mundial. Fatores como as condições do ambiente de trabalho, reduzida ingestão hídrica, hábitos alimentares, consumo regular de bebidas alcoólicas, refrigerantes e tabagismo, comum entre os motoristas, podem ter interferido na elevada prevalência observada neste trabalho. Políticas públicas se mostram importantes no sentido de reduzir os gastos do serviço público com uma doença que pode ser evitada, como é o caso da litíase urinária.

EVALUATION OF RISK FACTORS AND PREVALENCE OF KIDNEY STONES IN PUBLIC TRANSPORT WORKERS AS A MANAGEMENT AND DEVELOPMENT ELEMENT OF PUBLIC HEALTH POLICIES

Introduction: Employees of public transport companies meet predetermined times for bathroom use, which makes them avoid regular water consumption, increasing the risk of renal lithiasis. Aim: To quantify the prevalence of renal lithiasis and to identify possible risk factors. Method: A questionnaire was applied to identify risk factors for renal lithiasis. RESULTS: Of the 100 evaluated (78 men, 22 women, mean age 44 + 5 years), 25 (25%) reported a previous history of at least one episode of renal colic, well above the prevalence in the world population. Conclusion: The prevalence of renal lithiasis in public transport workers was higher than the global prevalence. Factors such as working environment conditions, reduced water intake, eating habits, regular consumption of alcoholic beverages, soft drinks and smoking, common among drivers, may have interfered with the high prevalence observed in this study. Public policies are important in reducing public service expenditures with a preventable disease, such as urinary lithiasis.


Palavras-chave


gestão em saúde; litíase urinária; cálculo renal; transporte público; políticas públicas

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2019 Revista UNILUS Ensino e Pesquisa - RUEP

ISSN (impresso): 1807-8850
ISSN (eletrônico): 2318-2083

Periodicidade: Trimestral

Primeiro trimestre, jan./mar., limite para publicar a edição - 31 de maio
Segundo trimestre, abr./jun., limite para publicar a edição - 31 de agosto
Terceiro trimestre, jul./set., limite para publicar a edição - 30 de novembro
Quarto trimestre, out./dez., limite para publicar a edição - 31 de março

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

 

Indexadores

 

Estatística de Acesso à RUEP

Monitorado desde 22 de novembro de 2016.