COMPARAÇÃO PROGNÓSTICA DOS REPAROS PRÉ E PÓS-NATAL PARA MMC: UMA REVISÃO DA LITERATURA

Gabriella Guimarães Vieira, Georgia Oger Garcia, Isabella Gonçalves Grandini Silas, Júlia Antelmi Cuninghant, Júlia Rodrigues Camargo Neves Pan, Laís Helena Valio Simionato, Adriana Gomes Lima

Resumo


Mielomeningocele é a malformação mais frequente dos defeitos do fechamento do tubo neural, cuja correção pode ser feita intra utero (fetoscopia ou cirurgia aberta) ou pós-natal.  A presente revisão bibliográfica teve como objetivo identificar a melhor abordagem. Utilizou-se a base de dados Pubmed, sendo selecionados artigos dos últimos cinco anos através da busca “Myelomeningocele AND (fetal surgery OR post natal surgery) AND prognosis”. As autoras avaliaram de forma independente cada artigo, obtendo 15.  O grupo de correção pós natal teve mais morte fetal e neonatal.  O reparo pré natal: menor incidência de herniação do cerebelo, derivação do líquido céfalo-raquidiano, melhores padrões urodinâmicos e prognóstico motor. Porém, mais oligoâmnio, rotura prematura de membranas e parto prematuro. Assim, a escolha da abordagem deve ser individualizada e em conjunto com a paciente.

PROGNOSIS COMPARISON OF PRENATAL AND POSTNATAL REPAIRS FOR MMC: A LITERATURE REVIEW

Myelomeningocele is the malformation most associated with a defect in the closure of the neural tube. It can be corrected in utero (fetoscopy or open surgery) or postnatally.   This bibliographic review aimed to identify the best approach. The Pubmed database was used, and articles from the last five years were selected through the search “Myelomeningocele AND (fetal surgery OR post natal surgery) AND prognosis”. The authors independently evaluated each article, obtaining 15.  The postnatal correction group had more fetal and neonatal death.  Prenatal repair: lower incidence of cerebellar herniation, derivation of cerebrospinal fluid, better urodynamic patterns and motor prognosis. However, more oligoamnium, premature rupture of membranes and premature delivery.  Thus, the choice of approach must be individualized and together with the patient. 


Palavras-chave


mielomeningocele; cirurgia fetal; prognóstico

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2021 Revista UNILUS Ensino e Pesquisa - RUEP

ISSN (impresso): 1807-8850
ISSN (eletrônico): 2318-2083

Periodicidade: Trimestral

Primeiro trimestre, jan./mar., limite para publicar a edição - 31 de maio
Segundo trimestre, abr./jun., limite para publicar a edição - 31 de agosto
Terceiro trimestre, jul./set., limite para publicar a edição - 30 de novembro
Quarto trimestre, out./dez., limite para publicar a edição - 31 de março

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

 

Indexadores

 

Estatística de Acesso à RUEP

Monitorado desde 22 de novembro de 2016.