TÉCNICAS DE HIGIENE BRÔNQUICA EM PREMATUROS

Elizabete Virgínio Felipe, Ingrid dos Santos Lima, Julia Garcia Novaes Oliveira, Luana Lafuentes Lopes dos Santos, Raquel Vilhegas da Rocha, Ana Claudia Tomazetti de Oliveira

Resumo


A fisioterapia respiratória, seus benefícios e malefícios, em prematuros extremos, ainda são questionados. Trabalho tem como objetivo realizar uma revisão da literatura sobre técnicas de higiene brônquica em bebês prematuros para prevenir complicações, sendo avaliadas as manobras utilizadas ao decorrer do tratamento, mostrando quando utilizar ou não essas técnicas. A inserção do fisioterapeuta nas Unidades de terapia intensiva neonatal tem como um dos seus benefícios a prevenção e tratamento de complicações respiratórias, contribuindo para uma melhor desobstrução das vias aéreas e expansão pulmonar, melhorando sua ventilação e oxigenação. Com essas técnicas sendo utilizadas com maior frequência e de forma correta, nas unidades de terapia intensiva, é possível verificar uma diminuição de sequelas pulmonares e uma maior sobrevida dos neonatos.

BRONCHIAL HYGIENE TECHNIQUES IN PREMATUREINFANTS

Respiratory physiotherapy, its benefits and harms in extreme preterm infants are still questioned. This paper aims to carry out a literature review on bronchial hygiene techniques in premature babies tops revent complications, evaluating the maneuvers used during the treatment, showing When to use or not these techniques. The insertion of the physiotherapist in neonatal intensive care units has as oneof its benefits the prevention and treatment of respiratory complications, contributing to a better airway clearance and lung expansion, improving ventilation and oxygenation. With these techniques being used more frequently and correctly in intensive care units, it is possible to verify a decrease in pulmonar sequelae and a greater survival of neonates.


Palavras-chave


fisioterapia respiratória; prematuro; utin

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2021 Revista UNILUS Ensino e Pesquisa - RUEP

ISSN (impresso): 1807-8850
ISSN (eletrônico): 2318-2083

Periodicidade: Trimestral

Primeiro trimestre, jan./mar., limite para publicar a edição - 31 de maio
Segundo trimestre, abr./jun., limite para publicar a edição - 31 de agosto
Terceiro trimestre, jul./set., limite para publicar a edição - 30 de novembro
Quarto trimestre, out./dez., limite para publicar a edição - 31 de março

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

 

Indexadores

 

Estatística de Acesso à RUEP

Monitorado desde 22 de novembro de 2016.