PREVALÊNCIA DE SIBILÂNCIA RECORRENTE E FATORES ASSOCIADOS EM PRÉ-ESCOLARES DE CRECHES MUNICIPAIS DE SANTOS

Emily Brenda de Lima Sousa, Maria Célia Cunha Ciaccia

Resumo


A clínica de sibilância em pré-escolares, como nos lactentes, expressa uma variedade grande de diagnósticos diferenciais. Pela dificuldade em se fazer o diagnóstico, é fundamental conhecer os fatores de risco para sibilância nessa faixa etária. O objetivo desse estudo é verificar a prevalência de sibilância recorrente em pré-escolares e os seus fatores associados em creches municipais da cidade de Santos. Trata-se de um estudo transversal realizado no período de Abril a Dezembro de 2019 utilizando a aplicação de questionário do EISL - Estudo Internacional de Sibilância no Lactente - versão portuguesa, aos responsáveis das crianças. Foram mensurados o peso e o comprimento dos lactentes, para cálculo do Índice de Massa Corporal (IMC). A amostra calculada foi de 353 pré-escolares, com um erro aceitável de 4,3%, frequência esperada de 26,7% e nível de confiança de 95%. Para comparar proporções, será aplicado o teste qui-quadrado de Mantel-Haenszel ou teste exato de Fisher. O nível de significância adotado foi de 5%. A sibilância recorrente teve maiores percentuais entre os pré-escolares com o primeiro episódio após os seis meses de idade, maiores números de sibilância no primeiro ano de vida, menor tempo de aleitamento materno exclusivo, a cor negra ou parda, ter pneumonia, presença de animal doméstico atualmente, maior número de resfriados no primeiro ano de vida e ter o primeiro resfriado com menos de seis meses de vida. Conclui-se nesse estudo que a sibilância recorrente entre os pré-escolares está associada ao número e tempo de inicio de episódios de sibilância no primeiro ano de vida, com infecções virais e bacterianas, a cor da pele, menor tempo de aleitamento materno e presença de animal doméstico.

PREVALENCE OF RECURRENT WHEEZING AND ASSOCIATED FACTORS IN PRESCHOOLERS IN MUNICIPAL DAYCARE CENTERS IN SANTOS

The wheezing clinic in preschoolers, as in infants, expresses a large variety of differential diagnoses. Due to the difficulty of making the diagnosis, it is essential to know the risk factors for wheezing in this age group. The purpose of this study is to verify the prevalence of recurrent wheezing in preschoolers and their associated factors in municipal daycare centers in Santos, Brazil. This is a cross-sectional study carried out from April to December 2019 applying the International Study of Wheezing in Infants’ questionnaire to the children’s guardians. The weight and length of infants were measured to calculate the Body Mass Index (BMI). The calculated sample consisted of 353 preschoolers, with an acceptable error of 4.3%, expected frequency of 26.7% and confidence level of 95%. The Mantel-Haenszel chi-square teste or Fisher’s exact teste will be applied to compare proportions. The significance level adopted was 5%. Recurrent wheezing had higher percentages among preschoolers with the first episode after six months old, higher numbers of wheezing in the first year of life, shorter duration of exclusive breastfeeding, black or brown, having pneumonia, presence of domestic animal currently, more colds in the first year of life and having the first cold before six months of life. It was concluded in this study that recurrent wheezing among preschoolers is associated with the number and time of onset of wheezing episodes in the first year of life, with viral and bacterial infections, skin color, shorter breastfeeding time and presence of domestic animal.


Palavras-chave


sibilância; pré-escolar; fatores associados

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2021 Revista UNILUS Ensino e Pesquisa - RUEP

ISSN (impresso): 1807-8850
ISSN (eletrônico): 2318-2083

Periodicidade: Trimestral

Primeiro trimestre, jan./mar., limite para publicar a edição - 31 de maio
Segundo trimestre, abr./jun., limite para publicar a edição - 31 de agosto
Terceiro trimestre, jul./set., limite para publicar a edição - 30 de novembro
Quarto trimestre, out./dez., limite para publicar a edição - 31 de março

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

 

Indexadores

 

Estatística de Acesso à RUEP

Monitorado desde 22 de novembro de 2016.