A circunferência abdominal e a predição de fatores de risco cardiovascular e metabólico em crianças e adolescentes

L P F F Leal, J A R Alves

Resumo


A prevalência de sobrepeso e obesidade infantis aumentou de maneira alarmante nas últimas décadas, acompanhada paralelamente de uma epidemia devastadora de diabetes mellitus tipo 2 e de doenças cardiovasculares, tendo-se evidências sólidas de que as co-morbidades encontradas na vida adulta podem ter origem durante a infância e adolescência. A identificação precoce dessas condições é de alta prioridade pelo aumento da morbimortalidade verificado na população acometida. A circunferência abdominal (CA), indicador de gordura intra-abdominal, regional ou central, apresenta boa correlação com a resistência à insulina e todas as outras anormalidades que compõem a síndrome metabólica, as quais se potencializam e atuam mais fortemente do que cada uma faria isoladamente com o decorrer do tempo, podendo servir como importante ferramenta no rastreamento, na identificação e no seguimento de indivíduos com sobrepeso e obesidade. Verificou-se a importância da aferição da CA em crianças e adolescentes no prognóstico da obesidade infantil. A CA pode ser utilizada rotineiramente para rastrear e identificar precocemente sobrepeso e obesidade em crianças e adolescentes. Reflete efetiva e fidedignamente a adiposidade central, parecendo ser o melhor, mais apropriado e mais simples preditor de síndrome metabólica e de doenças cardiovasculares numa avaliação clínica pediátrica, proporcionando mais informações que o uso do índice de massa corporal (IMC) isoladamente. Recomenda-se a pediatras a aferição da CA na prática clínica diária.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Revista UNILUS Ensino e Pesquisa - RUEP

ISSN (impresso): 1807-8850
ISSN (eletrônico): 2318-2083

Periodicidade: Trimestral

Primeiro trimestre, jan./mar., limite para publicar a edição - 31 de maio
Segundo trimestre, abr./jun., limite para publicar a edição - 31 de agosto
Terceiro trimestre, jul./set., limite para publicar a edição - 30 de novembro
Quarto trimestre, out./dez., limite para publicar a edição - 31 de março

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

 

Indexadores

 

Estatística de Acesso à RUEP

Monitorado desde 22 de novembro de 2016.