Avaliação clínica e laboratorial da deficiência de vitamina B12 em idosos atendidos em ambulatório de Hematologia de hospital terciário da Baixada Santista

Júlia Walter de Freitas Barboza, Letícia Medeiros, Wanderley Marques Bernardo

Resumo


Introdução: O Brasil apresenta tendências ao envelhecimento populacional (1) e esta situação é necessariamente acompanhada pelo aumento da carga de doenças crônicas não transmissíveis (2). Assim, oferecer um suporte adequado aos idosos, para mantê-los saudáveis, e garantir uma boa qualidade de vida são alguns dos maiores desafios dos setores da saúde em todo o país. E entre as doenças de alta incidência nesta população, destaca-se a deficiência de vitamina B12 (3 e 4). 

Objetivo geral: Avaliação da associação dos fatores de risco com a deficiência sérica da vitamina B12 em pacientes idosos, sintomáticos e assintomáticos para a hipovitaminose, atendidos em hospital terciário da baixada santista.
Objetivos específicos: Avaliação da associação entre a presença de anemia e a deficiência de vitamina B12 nos grupos de pacientes sintomáticos e assintomáticos para a hipovitaminose e avaliação clínica e laboratorial da resposta terapêutica para a deficiência vitamínica nos grupos comparativos de estudo.
Métodos: Estudo coorte retrospectivo, com análise de prontuários de pacientes portadores de deficiência de vitamina B12, no período de julho de 2008 a julho de 2014. Os pacientes serão divididos em dois grupos comparativos, os sintomáticos e os assintomáticos para a hipovitaminose, e avaliados quanto aos fatores de risco, a presença de anemia e a resposta terapêutica, utilizando teste exato de Fisher e teste Anova.
Resultados esperados: Com relação à presença de sintomas, espera-se que grande parte dos idosos faça parte desse grupo. Espera-se encontrar correlação estatística entre a gastrite e a hipovitaminose. Quanto à melhora clínica, é esperado que os sinais e sintomas diminuam após o tratamento, incluindo melhora do valor de hemoglobina e a dosagem sérica de vitamina B12.


Texto completo:

PDF

Referências


Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Projeção da população – Esperança de vida. Disponível em http://seriesestatisticas.ibge.gov.br. Acessado em 05 de junho de 2014.

Aymone, W.C. et al. Introdução ao estudo do envelhecimento e suas principais teorias. Jornal Brasileiro de Medicina; v. 98, n.5, p.10-18, out.-dez. 2010.

Futterleib, A., Cherubini, K. Importância da vitamina B12 na avaliação clínica do paciente idoso. Scientia Medica, v. 15, n.1, p. 74-78, jan. 2005.

Wolters, M., Ströhle, A., Hahn, A. Cobalamin: a critical vitamin in the elderly. Preventive Medicine: v.39, p. 1256-1266, 2004.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Revista UNILUS Ensino e Pesquisa - RUEP

ISSN (impresso): 1807-8850
ISSN (eletrônico): 2318-2083

Periodicidade: Trimestral

Primeiro trimestre, jan./mar., limite para publicar a edição - 31 de maio
Segundo trimestre, abr./jun., limite para publicar a edição - 31 de agosto
Terceiro trimestre, jul./set., limite para publicar a edição - 30 de novembro
Quarto trimestre, out./dez., limite para publicar a edição - 31 de março

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

 

Indexadores

 

Estatística de Acesso à RUEP

Monitorado desde 22 de novembro de 2016.