Anemia Hemolítica Auto-imune

Ana Caroline Lima Alves, Amanda do Nascimento e Silva, Eliana Claudia Perroud Morato Ferreira

Resumo


A anemia hemolítica auto-imune é uma doença caracterizada pela presença de autoanticorpos dirigidos contra estruturas presentes na membrana eritrocitária, que são detectados e reconhecidos pelo sistema reticulo-endotelial e geram a destruição precoce dos eritócitos. Essa produção de autoanticorpos se dá porque o sistema imune adaptativo sofre uma provável falha no seu mecanismo supressor, e passa a reconhecer antígenos do próprio corpo como substâncias estranhas e iniciam uma resposta autoimune com o objetivo de eliminá-las. O objetivo do presente estudo foi realizar uma levantamento bibliográfico utilizando artigos científicos, monografias e livros consultados nas bases de dados  PUBMED e SCIELO sobre o tema anemia hemolítica autoimune (AHAI), destacando a realização de exames imunohematológicos e pré-transfusionais em pacientes portadores de AHAI e o tratamento. O diagnóstico precoce desta doença é essencial para o tratamento e melhora do paciente. Esse diagnóstico é feito através de sinais e sintomas clínicos, exames laboratoriais, exames imunohematológicos e testes de imunoensaio. Os exames laboratoriais utilizados para o diagnóstico da doença são exames hematológicos e bioquímicos; os testes imunohematológicos mais  utilizados para detecção da doença são teste direto da anti-globulina humana (TAD), Teste de antiglobulina indireto (TAI) e Pesquisa de aloanticorpos aderidos a autoanticorpos; os testes de imunoensaio mais utilizados são Enzyme Linked Immunosorbent Assay (ELISA) e o Teste direto de Polybrene (TPD). O tratamento para AHAI é corticoterapia e hemoterapia porém a presença de autoanticorpos e aloanticorpos aderidos a menbrana dos eritrocitos  interferem nos resultados dos exames imunohematológicos e pré-transfusionais gerando um grande problema em pacientes que necessitam de transfusão sanguínea pois ocorre dificuldade na  identificação de concentrado de hemácias (HC) compativéis exigindo técnicas especifícas de aplicação da hemoterapia para minimizar as chances de gerar reações tranfusionais além de tratamento. 

 

Palavras-chave: Anemia hemolítica auto-imune; autoanticorpos; autoimunidade; diagnóstico; tratamento.

 


Texto completo:

PDF

Referências


ABBAS, Abul K.; LICHTMAN, Andrew H.. Imunologia basica: funções e distúrbios do sistema imunológico. 3. ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2009. 314 p.

BENCOMO-HERNÁNDEZ, Dr. Antonio A.; ALFONSO-VALDÉS, Dra. María E.; ÁVILA-CABRERA, Dr. Onel M.. Relación entre hemólisis con la presencia y cuantificación de inmunoglobulinas en hematíes, en la anemia hemolítica autoinmune. Revista Cubana de Hematología, Inmunología y Hemoterapia, Ciudad de La Habana, v. 4, n. 26, p.315-327, jan. 2010. Disponível em: . Acesso em: 17 set. 2015.

BONIFÁCIO, Silvia L.; NOVARETTI, Marcia C. Z.. Funções biológicas dos antígenos eritrocitários. Revista Brasileira de Hematologia e Hemoterapia, Sao Paulo, v. 2, n. 31, p.104-11. 2009. Disponível em: . Acesso em: 17 set. 2015.

BRAGA, G.W.; BORDIN, J.O.; MOREIRA JUNIOR, G.. Diagnóstico laboratorial da anemia hemolítica auto-imune: características do teste manual direto do Polybrene. Associaçao Medica Brasileira, São Paulo, v. 1, n. 44, p.16-20, jan. 1998. Disponível em: . Acesso em: 13 set. 2015.

CAMARA, Brunno. Teste de Coombs direto. 2010. Disponível em: . Acesso em: 20 ago. 2015.

CAMARA, Brunno. Teste de Coombs indireto. 2010. Disponível em: . Acesso em: 20 ago. 2015

CANÇADO, Rodolfo Delfini; , LANGHI JR, Dante Mário; CHIATTONE, Carlos Sérgio. Tratamento da anemia hemolítica auto-imune. Arquivos Medicos Hospital Faculdade de Ciências Médicas Santa Casa São Paulo, Sao Paulo, v. 50, n. 1, p. 56-60. 2005. Disponível em: Acesso em: 10/10/2015.

CARMO, Kenia PatrÍcia dos Santos do. TÉCNICAS UTILIZADAS PARA SELEÇÃO DE UNIDADES DE CONCENTRADO DE HEMÁCIAS EM PACIENTES COM ANEMIA HEMOLÍTICA AUTO-IMUNE. 2013. 23 f. Monografia (Especialização) - Curso de Aprimoramento em Hemoterapia, Secretaria de Estado da Saude Programa de Aprimoramento Profissional, Faculdade de Medicina de Marília, Marilia, 2013. Disponível em: . Acesso em: 30 ago. 2015.

FUNDAMENTOS DA CIRCULAÇÃO EXTRACORPOREA: Fisiologia do Sangue. São Paulo: Sogab, v. 1.p. 117 -150. Disponível em: . Acesso em: 02 jul. 2015.

GHAFFAR, Dr Abdul; NAGARKATTI, Dr Prakash. Microbiologia e imunologia: Tolerância e autoimunidade. Carolina do Sul: Escola de Medicina da Universidade da Carolina do Sul, 2010. Disponível em: . Acesso em: 04 jul. 2015.

GIRELLO, Ana Lucia; KUHN, Telma Ingrid B. de Bellis. Fundamentos da imuno-hematologia eritrocitaria. 3. ed. Sao Paulo: Senac, 2002.

HEMEPAR (Paraná). Centro de Hematologia e Hemoterapia do Paraná. MANUAL DE TRANSFUSÃO HOSPITALAR E COMPLICAÇÃO TRANSFUSIONAL. Curitiba: Secretaria de Estado de Saúde, 2013. 34 p.

HOFFBRAND, A.V.; MOSS, P.A.H.; PETTIT, J.E.. Fundamentos em Hematologia. 5. ed. Porto Alegre: Artmed, 2009. 400 p.

JORNAL DE PEDIATRIA: Curso clínico da anemia hemolítica auto-imune: um estudo descritivo. Rio de Janeiro, 25 jan. 2006. Disponível em: . Acesso em: 26 jul. 2015.

LIM, Young Ae; KIM, Moon Kyu; HYUN, Bong Hak. Autoimmune Hemolytic Anemia Predominantly Associated with IgA Anti-E and Anti-c. J Korean Med Sci: The Korean Academy of Medical Sciences, Suwon- Korea, v. 17, p.708-711, 2002. Disponível em: . Acesso em: 12 set. 2015.

LIMA, Adrianne Ferreira de. ANEMIA HEMOLÍTICA AUTOIMUNE E O DIAGNÓSTICO LABORATORIAL: UMA REVISÃO DA LITERATURA. 2015. 32 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Hematologia e Hemoterapia Laboratorial., Centro de Capacitação Educacional, Instituto Nacional de Ensino Superior e Pesquisa, Recife, 2015. Disponível em: . Acesso em: 29 ago. 2015.

OLIVEIRA, Halley Pacheco de . Hematologia Clinica. 3. ed. Rio de Janeiro: Atheneu, 1988. 609 p.

PARSLOW, Tristram G; STITES, Daniel P; TERR, Abba I. Imunologia Medica. 10. ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2004. 684 p.

PINTO FILHO, Rauly de Barros. Anemia HEMOLÍTICA auto-imune: um estudo descritivo e revisado de sua origem ao seu tratamento. 2010. 62 f. TCC (Graduação) - Curso de Farmacia, Departamento de Farmacia, Universidade Estadual da Paraiba, Campina Grande, 2010. Disponível em: . Acesso em: 30 ago. 2015.

QUEIROZ, Mayara Alvarenga. O USO DA GENOTIPAGEM DE GRUPOS SANGUÍNEOS NA PRÁTICA TRANSFUSIONAL.2013. 26 f. TCC (Graduação) - Curso de Biomedicina, Faculdade de Ciências da Educação e Saúde – Faces,

Centro Universitário de Brasilia - Uniceub, Brasilia, 2013. Disponível em: . Acesso em: 18 jul. 2015.

RED BLOOD CELL DESTRUCTION IN AUTOIMMUNE HEMOLYTIC ANEMIA: Role of Complement and Potential New Targets for Therapy. Hindawi Publishing Corporation: Biomed Research International, p. 11, 2015. Anual. Disponível em: . Acesso em: 16 ago. 2015.

RODRIGUES, Roberta. ANEMIA HEMOLÍTICA AUTO-IMUNE. 2013. 17 f. Monografia (Especialização) - Curso de Hematologia Laboratorial, Universidade Regional do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul - Unijui, Ijui, 2013. Disponível em: . Acesso em: 16 ago. 2015.

SOUZA, Daniel Santos et al. Conceitos e métodos para formação de profissionais em laboratórios de saúde. 3. ed. Rio de Janeiro: Arca- Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio/fundação Oswaldo Cruz, 2013. 304 p. Disponível em: . Acesso em: 13 out. 2015

VENTURA, Ana Paula. Anemia hemolítica auto imune. 2003. 30 f. TCC (Graduação) - Curso de Biomedicina, Centro Universitário Lusiada, Santos, 2003.

VERRASTRO, Therezinha; LORENZI, Therezinha Ferreira; WENDEL NETO, Silvano. Hematologia e hemoterapia: Fundamentos de Morfologia, Fisiologia, Patologia e Clinica.. Belo Horizonte: Atheneu, 2006. 293 p.

ZANELLA, Alberto; BARCELLINI ,Wilma. Treatment of autoimmune hemolytic anemias. Haematologica: Journal of the European Hematology Association. Milan, Italy, 2014. Caderno p. 1547-1553. Disponível em: . Acesso em: 10/10/2015.

ZEERLEDER, S. et al. Autoimmune haemolytic anaemia: a practical guide to cope with a diagnostic and therapeutic challenge. The Journal Of Medicine. Amsterdam, p. 177 - 184. abr. 2011. Disponível em: . Acesso em: 29 ago. 2015.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Revista UNILUS Ensino e Pesquisa - RUEP

ISSN (impresso): 1807-8850
ISSN (eletrônico): 2318-2083

Periodicidade: Trimestral

Primeiro trimestre, jan./mar., limite para publicar a edição - 30 de junho
Segundo trimestre, abr./jun., limite para publicar a edição - 30 de setembro
Terceiro trimestre, jul./set., limite para publicar a edição - 31 de dezembro
Quarto trimestre, out./dez., limite para publicar a edição - 31 de março

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

 

Indexadores

 

Estatística de Acesso à RUEP

Monitorado desde 22 de novembro de 2016.