PRODUÇÃO CIENTÍFICA DA REVISTA RADIOLOGIA BRASILEIRA DE ACORDO COM AS ATRIBUIÇÕES DO TECNÓLOGO EM RADIOLOGIA

André Luiz Silva Jesus, Mariano José Lucero, Fábio Camilo

Resumo


A revista Radiologia Brasileira é o veículo de divulgação científica do Colégio Brasileiro de Radiologia e Diagnóstico por Imagem e está categorizada dentro das Ciências Médicas, subárea Radiologia. Fundada em 1958, inicialmente com publicações trimestrais, a revista passou a ser publicada bimestralmente a partir da década de 90. Por atender a critérios específicos de qualidade, periodicidade, conselho editorial permanente, sistematização na avaliação dos artigos e publicações bilíngues, a revista alcançou níveis de indexação no Scientific Electronic Library Online - SciELO, Literatura Latino-Americana e do Caribe em Ciências da Saúde, Scopus e recentemente na PubMed. O objetivo deste estudo é classificar a produção científica da revista de acordo com as legislações em vigor, bem como aquelas em discussão sobre a atuação do profissional Tecnólogo em Radiologia: Lei 7.394/85 (Federal), Resolução nº 02 de 04 de maio de 2012 (Conselho Nacional dos Técnicos e Tecnólogos em Radiologia) e Projeto de Lei 3661/2012 (Comissão de Seguridade Social e Família da Câmara dos Deputados). A metodologia compreendeu, em uma primeira fase, a catalogação no software MicrosoftExcel® de 25 números dos últimos 5 anos, os quais totalizaram 399 itens. Destes, foram excluídas as publicações que não contribuem diretamente para o fator de impacto de uma revista científica, como suplementos, editoriais, cartas ao editor, erratas e comunicações breves. Os critérios de inclusão compreendem artigos originais, artigos de revisão, ensaios iconográficos e relatos de casos publicados nos últimos 5 anos. Com isso, as publicações classificadas nas áreas de Administração, Densitometria Óssea, Ensino e Pesquisa, Mamografia, Medicina Nuclear, Radiografia Analógica e Digital, Radiologia Intervencionista, Radiologia Odontológica, Radioproteção, Radioterapia, Ressonância Magnética, Tomografia Computadorizada e Ultrassonografia, totalizaram 233. Para tal classificação foram utilizados os critérios de título da publicação, descritores utilizados pelos próprios autores e análise integral do artigo. Os dados mostraram uma predominância geral das áreas de Tomografia Computadorizada, Ressonância Magnética e Ultrassonografia, em contraponto à escassez de publicações em Administração, Densitometria Óssea e Radiologia Odontológica. A Medicina Nuclear destaca-se quando as áreas são analisadas por tipo de publicação, mais especificamente nos artigos originais. Embora seja a única revista de Radiologia indexada em bancos de dados nacionais e internacionais, a distribuição das publicações por área é claramente desigual. Conclui-se que isso se deve à realidade dos autores, em geral médicos radiologistas que se utilizam de áreas cujos diagnósticos são rápidos, precisos e com maior valor agregado; esta realidade também se aplica ao Tecnólogo em Radiologia, uma vez que o mesmo está habilitado para atuar em quaisquer áreas.

Texto completo:

PDF

Referências


BRASIL. Congresso. Câmara dos Deputados. Projeto de Lei n º3661/2012. Disponível em: . Acesso em: 26 ago. 2015.

BRASIL. Conselho Nacional dos Técnicos em Radiologia. Resolução CONTER nº 02, de 04 de maio de 2012. Brasília, DF. Disponível em: . Acesso em: 26 ago. 2015.

BRASIL. Presidência da República. Casa Civil. Subchefia para Assuntos Jurídicos. Lei nº 7.394, de 29 de outubro de 1985. Brasília, DF. Disponível em: . Acesso em: 25 ago. 2015.

COLÉGIO BRASILEIRO DE RADIOLOGIA E DIAGNÓSTICO POR IMAGEM. História da RB. Disponível em: . Acesso em: 23 ago. 2015.

COLÉGIO BRASILEIRO DE RADIOLOGIA E DIAGNÓSTICO POR IMAGEM. Revista Radiologia Brasileira é indexada ao PubMed Central. Disponível em: < http://cbr.org.br/revista-radiologia-brasileira-e-indexada-ao-pubmed-central/>. Acesso em: 15 jul. 2015.

KARPOVAS, Luiz. Revista "Radiologia Brasileira" indexada na SciELO. Radiologia Brasileira, São Paulo, v. 35, n. 2, p. 3, mar. 2002. Disponível em: . Acesso em: 04 set. 2015.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Revista UNILUS Ensino e Pesquisa - RUEP

ISSN (impresso): 1807-8850
ISSN (eletrônico): 2318-2083

Periodicidade: Trimestral

Primeiro trimestre, jan./mar., limite para publicar a edição - 30 de junho
Segundo trimestre, abr./jun., limite para publicar a edição - 30 de setembro
Terceiro trimestre, jul./set., limite para publicar a edição - 31 de dezembro
Quarto trimestre, out./dez., limite para publicar a edição - 31 de março

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

 

Indexadores

 

Estatística de Acesso à RUEP

Monitorado desde 22 de novembro de 2016.