SÍFILIS CONGÊNITA E SÍFILIS NA GESTAÇÃO, REVISÃO DE LITERATURA

Paolo Ruggero Errante

Resumo


A sífilis é uma doença infecto-contagiosa causada pela espiroqueta Treponema pallidum, que é transmitida por via sexual e vertical durante a gestação. Clinicamente, a sífilis é caracterizada por períodos de atividade e latência, e causa complicações graves em pacientes que não foram tratados ou que foram tratados inadequadamente. A sífilis congênita consiste em uma das graves complicações, onde a mãe não tratada ou inadequadamente tratada pode levar ao surgimento de natimortos ou abortos espontâneos, e 25% dos nascidos vivos apresentam baixo peso ou infecção ativa.

As medidas de controle são voltadas para o diagnóstico clínico e laboratorial, tratamento adequado da paciente e perceiro sexual, uso de preservativos e medidas de prevenção adotadas pelo governo.


Palavras-chave


Sífilis, sífilis gestacional, Treponema pallidum, doença sexualmente transmissível

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 Revista UNILUS Ensino e Pesquisa - RUEP

ISSN (impresso): 1807-8850
ISSN (eletrônico): 2318-2083

Periodicidade: Trimestral

Primeiro trimestre, jan./mar., limite para publicar a edição - 30 de junho
Segundo trimestre, abr./jun., limite para publicar a edição - 30 de setembro
Terceiro trimestre, jul./set., limite para publicar a edição - 31 de dezembro
Quarto trimestre, out./dez., limite para publicar a edição - 31 de março

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

 

Indexadores

 

Estatística de Acesso à RUEP

Monitorado desde 22 de novembro de 2016.